top of page
  • Foto do escritorTania Vidal

TESOUROS ESCONDIDOS



O visitante que chega pela primeira vez a Saquarema, logo se encanta com sua exuberante natureza. Uma faixa de terra entre o mar e alagoa, no alto do penedo, majestosa, a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazaré, testemunha ocular do cotidiano de toda Vila.

Mas, é necessário que este se liberte da pressa e da urgência, características inerentes aos cidadãos de grandes cidades, e se deixe contaminar pela calma e tranquilidade, tão presente na ainda bucólica Vila de Saquarema.

Feito isto, é hora de descobrir verdadeiros tesouros históricos escondidos por trás da igreja, na rocha que serve de pedestal à Igreja de Nossa Senhora de Nazareth.

O primeiro deles é a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes. formada por uma reentrância feita pela erosão da força do mar na pedra. Padre Zimmerman, devoto de Nossa Senhora de Lourdes e pároco de Saquarema, por volta de 1947, deslumbrado coma incrível semelhança com a Gruta de Lourdes na França, mandou vir diretamente da França, uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes, e outra de Bernadete, jovem que recebeu a visita da Virgem em Lourdes. Chega-se à ela, entrando por um caminho à direita de quem sobe as escadarias que levam à Igreja.

Vale a pena uma visita, não apenas para rezar aos pés da milagrosa imagem, mas também para ver e sentir a beleza indomável do mar contra os rochedos.

Logo após a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, localizado nos fundos da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, no penhasco, projetando-se sobre o mar, encontra-se o Cemitério Municipal Nossa Senhora de Nazareth. O local é um dos mais belos mirantes da região, podendo-se observar a praia de Itaúna e as águas cristalinas do canal da Lagoa de Saquarema. Semelhante a Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, o pequeno cemitério, por sua localização privilegiada, um dos únicos do mundo construído num outeiro de pedra, sobre o mar, possui um similar na Europa, mais especificamente na França.

No interior do Cemitério Municipal Nossa senhora de Nazareth, existe uma edificação por muitos considerada a ermitã original da Virgem de Nazareth construída em 1660, mas segundo estudos e pesquisas, a edificação é uma Capela Mortuária construída em meados do século XIX. Uma Capela Mortuária, era o local onde os corpos eram levados antes do sepultamento, para a realização dos atos religiosos. Por medida sanitária, a partir de 1800, os sepultamentos deixaram de ser no chão e nos pátios das igrejas, e passaram a realizar-se em áreas abertas, nos chamados campos santos ou cemitérios seculares.

Para muitos pode parecer um programa “sinistro”, mas medos e superstições à parte, garanto que a visita e o visual valem a pena.


...................................................................



Siga @rjsaquarema em todas as redes sociais.



Artigo da nossa colunista Tania Vidal


....................................................................


Colunista: @tvidal515


Foto: @rjsaquarema




ความคิดเห็น


Posts Em Destaque
Posts Recentes
bottom of page