top of page
  • Foto do escritorSaquarema Online

A polêmica como marketing político

Dizem que, se você quer ter inimigos, basta dar a sua opinião. E para ganhar votos, será também?

Temas polêmicos são sempre divisores de águas e muitas vezes, quando em uma eleição por exemplo, as pessoas definem seu voto só porque o candidato(a) x se posiciona igual a você diante de um desses temas.

Com isso, esquecemos de todo o resto, como se a simples opinião de um candidato(a) sobre um tema polêmico fosse sobrepujante a qualquer outra matéria ou proposta.

Assim, elegemos candidatos(as) pró-aborto mas que em todos os outros aspectos discordam da opinião popular.

Elegemos candidatos(as) pró-forças armadas, mas que em todos os outros aspectos são ignorantes e vão quebrar o pais.

Elegemos candidatos(as) pró-maconha mas que em todos os outros aspectos defendem bandidos e não sabem o que fazer.

Esqueçam os temas polêmicos, use-os somente para o desempate de suas ideias. Não são eles que definem o futuro de uma nação nos momentos de crise como passamos hoje.

Foque no trabalho que já foi feito, nas propostas, em como essa pessoa vota/representa nos mais diversos assuntos, e veja também quem são as pessoas que estão junto do candidato(a), Aí sim, depois, se tiver dúvidas, vá para o desempate com esses temas.

Não tenha preguiça de pesquisar, de perguntar, de tentar se informar um pouco mais. Não tenha medo de votar em alguém que acha que não vai ganhar. Dê seu voto, mesmo que ache que seja o único que ele(a) vai ganhar.

Lembre-se que, para o mau prosperar, basta o bem não fazer nada.

E não votando com consciência, você é o bem que não faz nada nessa história.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
bottom of page